CPA - Comissão Própria de Avaliação

FACULDADE FACESP

A CPA representa os segmentos da sociedade civil e acadêmica na auto-avaliação da IES de forma inteligente e participativa oferecendo possibilidades de maior e melhor  conhecimento de sua própria realidade, de suas limitações e potencialidades.

A gestão desta comissão está voltada para a melhoria das condições de ensino ofertados pela instituição, além de satisfazer às exigências do MEC quanto à avaliação institucional, instituída pela Lei 10.861, de 14/4/2004, que trata do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES.        

ENTENDA A CPA

O que significa CPA?

A sigla CPA significa Comissão Própria de Avaliação. Presente em toda instituição educacional, seja ela pública ou privada, conforme artigo 11 da lei nº 10861/2004.

 

Sua finalidade?

Desdobrar do processo avaliativo da IES ,norteado pelos cinco Eixos Temáticos previstos no instrumento de Avaliação devidamente distribuídos por todos os segmentos, no intuito de valorizar, democratizar a participação, tornando o processo mais confiável e transparente.

 

Qual é a importância da Comissão Própria de Avaliação (CPA)?

A Comissão Própria de Avaliação conduz os processos de avaliação internos da instituição, que repercutem na avaliação do Sistema Educacional Brasileiro , a saber:

  • avaliação de cursos, ENADE, 
  • avaliação de ensino e aprendizagem, 
  • avaliação institucional, bem como
  • sistematiza e presta informações ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) - Instituto que avalia o Sistema Educacional brasileiro.

QUESTIONÁRIOS DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CPA - FACESP/2020

Questionário para Autoavaliação Institucional CPA - FACESP/2020 (Discente) https://forms.gle/PxGpZveSHzBoCgJ67
Questionário para Autoavaliação Institucional CPA - FACESP/2020 (Docente) https://forms.gle/AiMjPukpKrBDjSkS8
Questionário para Autoavaliação Institucional CPA - FACESP/2020 (Pós-Graduação) https://forms.gle/H3vud9wYiATSF69i8

COMPOSIÇÃO DA CPA

Ciclo Avaliativo – 2017 a 2019

2017 – 2018 

Data de Composição - 22/02/2017 a 07/03/2018)

Composição:

Maria Margarete da Silva – Sociedade Civil

Semirames dos Santos Araújo - Corpo Técnico Administrativo (Coordenadora)

Ivanildo Alves Lima da Silva Junior - Corpo docente

Henrique André de Souza Leite Melo – Corpo discente

 

Recondução 2019 

Data da Recondução: 26/03/2019

Maria Magarete da Silva reconduzida por Thauany Maria de Fátima da Silva 

Henrique Andre de Souza Leite Melo saiu da FACESP reconduzido por Francisco Alex 

Rodrigues.

 

Ampliação 2019

Data da Ampliação: 22/05/2019

Composição:

Semirames Araújo - Corpo Técnico Administrativo

Carla Aylla Ferreira de Castro - Corpo Técnico Administrativo

Danilo Augusto Pereira dos Santos Ribeiro - Corpo Discente

Francisco Alex Rodrigues – Corpo Discente

Carlos Alberto  Cardoso de Lima – Corpo Discente – Corpo Discente

Thauany Maria de Fátima da Silva – Sociedade Civil

Ivanildo Alves Lima da Silva Junior – Corpo Docente

Suely Batista Leal (Coordenadora) – Corpo Docente

Valeria Miranda – Corpo Docente

Eliene Maria de Souza Leite (Secretaria)

 

Ciclo Avaliativo – 2020 -2022

Composição

Valéria Miranda dos Santos – Docente (Coordenadora)

Ivanildo Alves Lima da Silva Junior – Docente

Suely Batista Leal – Docente

Carla Aylla Ferreira de Castro - Técnico Administrativo

Danilo Augusto Pereira dos Santos Ribeiro - Discentes

Francisco Alex Rodrigues - Discentes

Carlos Alberto Cardoso de Lima - Representante dos Discentes

Thauany Maria de Fátima da Silva - Sociedade Civil Organizada

Eliene Maria de Souza Leite- Técnico Administrativo (Secretária)

 

SINAES

Criado pela Lei n° 10.861, de 14 de abril de 2004, o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) é formado por três componentes principais: a avaliação das instituições, dos cursos e do desempenho dos estudantes. O Sinaes avalia todos os aspectos que giram em torno desses três eixos: o ensino, a pesquisa, a extensão, a responsabilidade social, o desempenho dos alunos, a gestão da instituição, o corpo docente, as instalações e vários outros aspectos.

Ele possui uma série de instrumentos complementares: autoavaliação, avaliação externa, EnadeAvaliação dos cursos de graduação  e instrumentos de informação (censo e cadastro). Os resultados das avaliações possibilitam traçar um panorama da qualidade dos cursos e instituições de educação superior no País. Os processos avaliativos são coordenados e supervisionados pela Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes). A operacionalização é de responsabilidade do Inep.

As informações obtidas com o Sinaes são utilizadas pelas IES, para orientação da sua eficácia institucional e efetividade acadêmica e social; pelos órgãos governamentais para orientar políticas públicas e pelos estudantes, pais de alunos, instituições acadêmicas e público em geral, para orientar suas decisões quanto à realidade dos cursos e das instituições.

Referência: www.inep.gov.br/sinaes

 

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE:

CPA

 O que muda na IES com a implantação dessa comissão?

Esta comissão interfere diretamente no processo de mudanças de estrutura física e pedagógica/institucional além de interagir diretamente na imagem da IES junto ao MEC.

A CPA é um meio de integração entre docente e discente?

Esta comissão tem como foco captar e estimular esta interação de forma imparcial, visto que todas as percepções e sugestões devem ser acolhidas e integradas de forma inteligente.

Autoavaliação Institucional 

Qualquer pessoa pode ter acesso aos resultados da auto-avaliação?

Os resultados são divulgados na IES pela CPA, em período próprio ao término das tabulações de cada autoavaliação. 

 

Os professores ficam sabendo o nome do aluno que fez uma avaliação ruim sobre o seu desempenho?

Não. O que será de conhecimento de toda a comunidade acadêmica é o resultado final do coletivo participante.

 

Que instrumentos de autoavaliação podem ser utilizados pela CPA?

No período de autoavaliação institucional vários instrumentos podem ser utilizados desde os formulários eletrônicos, como sensibilizações e comunicações diversas.

 

Os relatórios de auto-avaliação podem influenciar nos resultados da avaliação para reconhecimento de cursos?

Sim podem, afinal eles são documentos que passam um panorama fidedigno da IES ao MEC.